sábado, 15 de outubro de 2016

OBSIDIANA – SUGESTÕES DE USO


Medite com a pedra

Coloque-se em uma posição confortável, em um lugar tranquilo. Pegue sua pedra para esse exercício e olhe detalhadamente para ela por algum tempo, até ser capaz de fechar os olhos e "vê-la" em todos os seus detalhes.


Assim que conseguir isso, comece a relaxar física e mentalmente, respirando profundamente e deixando os pensamentos fluírem sem querer apagá-los ou detê-los. Quando tiver alcançado um nível razoável de relaxamento, "veja" a pedra em pensamento. Dentro de uma contagem de 1 a 7, ela vai crescendo na sua visualização até ficar do tamanho de uma montanha. Assim que visualizar esse tamanho, você vai para a superfície da pedra e começará a explorá-la, percorrendo-a por fora. Se na sua visualização encontrar alguma entrada e caminho, explore-os também.


Quando ficar satisfeito com suas explorações, volte ao lugar onde começou e conte novamente de 1 a 7, mas dessa vez visualizando a pedra até que ela diminua e volte ao seu tamanho normal. Respire profundamente algumas vezes e movimente-se delicadamente para voltar ao estado de alerta normal e abra os olhos. Escreva tudo o que viu, ouviu ou sentiu durante sua visualização. Essa Meditação lhe ajuda a ter "insights" e movimentar a energia de transformação da obsidiana. Anote tudo o que sentiu e visualizou.


"Mas o que acontecerá, se descubro, porventura, que o menor, o mais admirável de todos, o mais pobre dos mendigos, o mais insolente dos meus caluniadores, o meu inimigo, reside dentro de mim, sou eu mesmo, e precisa da esmola da minha bondade, e que eu mesmo sou o inimigo que é necessário amar?", C.Jung.